Coração Sereno



Passei por 4 dias de impossibilidade prática de escrever. Hoje ia deixando para amanhã, talvez pela dor na mandíbula, talvez pela dor no coração, mas resolvi fazer valer o tema deste blog e DECIDI ESCREVER.

A princípio me ocorreu algumas idéias do porquê eu não escreveria. O que é a escrita senão um caminho para externalizar o que se pensa e o que se sente? E hoje sinto dor. Duas. Uma da mandíbula que parece ter deslocado, outra do coração. Pareceu-me óbvio então que toda palavra posta no papel seria dolorosa, exporia algo que creio não querer compartilhar agora. Mas de que vale qualquer palavra vazia de sentido? Então estou tentando deixar sair um pouquinho só do que está lá dentro do coração, de forma que não me agrida, mas que eu possa dividir alguma coisa com quem está aí do outro lado.

Já conheceu alguém que não gostasse muito de falar? Conheço pessoas bastante interessantes assim. Já percebeu como é imprevisível quando essas pessoas se dão oportunidade de falar? Pois é, há algum tempo atrás, não muito, um alguém assim disse-me que o que somos incapazes de resolver em certos momentos da vida, a própria vida se encarrega de resolver por nós. Aquilo, na hora, pareceu-me ter sentido, mas ficou no plano da sensação, do subjetivo, o pensamento voou para algumas ocasiões já antes vividas.

Acontece que aconteceu novamente. Acontecimentos da vida, situações, fatos que doíam e por mais que eu me dedicasse não conseguia solucionar, simplesmente, como que por um toque divino foram solucionados. Subitamente a vida propôs irremediavelmente, com uma criatividade sublime algo que nem me coube aceitar ou negar. Simplesmente foi apresentado pronto e resolvido. Tanto tempo, tanta dor e agora vem deixando-me sem reação a resposta da vida, uma equação perfeita para o momento que vivo. Tantas variáveis conjugadas de forma tão plena, tantas vidas alinhavadas para que no futuro as histórias sejam realmente costuradas, tantos sentimentos envolvidos, o caráter desvendado.

A dor sentida por tanto tempo, mas agora o coração mais sereno.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre. ligação permanente.

3 respostas a Coração Sereno

  1. MOISES diz:

    Pois é meu amigo..nao sabia do seu talento para escrever, acredito que escrever nos faz conhecer melhor o nosso eu e meio a nossa volta.

    Parabens e estarei passando sempre por aqui pra te prestigiar.

    Abraçosss…

    Gostar

  2. amorinis diz:

    Moisés, meu amigo!
    Pois é, sempre gostei de escrever, agora só estou fazendo aparecer. Todos os textos são de minha autoria e são todos novos. São gerados online, é a idéia do Laboratório de Textos. Até abri para outras pessoas, pedi para que outros contribuíssem, mas ainda ninguém me enviou nada. Pode ser você. Quer publicar alguma coisa aqui? Entre nessa história!
    Grande abraço.

    Bruno Amorim

    Gostar

  3. Pâmela diz:

    Já conheceu alguém que não gostasse muito de falar?…. (me identifiquei)… kkkrs(na verdade o “nao gostar” pra mim eh “não sentir-se permitido a ser vc”),
    Conheço pessoas bastante interessantes assim. Já percebeu como é imprevisível quando essas pessoas se dão oportunidade de falar? (elas desabafam o mais profundo e sem que percebam viajam nessa oportunidade trocando idéias, experiencias, momentos, vc se identifica, vc consegue obter outra visão sobre o mundo, a rever conceitos da fase pre universitária da sua vida…

    enfim… adoreiii..

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s