Arquivos Mensais: Setembro 2010

Palavras Mágicas


De onde vem as idéias? Em que mundo elas vivem? Como viajam até aqui? Sei que palavras se prendem a mim às vezes por todo um dia, me acompanham, insistem em ficar comigo por onde quer que eu vá. Minha … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | 1 Comentário

Ao que se foi… Papai


Pâmela Munique Lithg Não sei falar o tanto que a ele me liguei Nem o tanto que dele tenho saudade Sei apenas que nesta vida jamais o verei E não mais terei essa felicidade vi tudo tão natural quando a … Continuar a ler

Publicado em Convidados | Publicar um comentário

Chuva na Rua


Atravessar a rua, Tarefa difícil em dia de chuva, enxurrada forte água que limpa, quase um presságio de sorte. Parece minguar e volta em torrente, que o vento acompanha em desfecho certo sobre o chão corrente e terra adentro a … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Publicar um comentário

A Cortesia


A noite cai com uma chuva fina, que quase lembra a garoa paulistana. Temperatura amena, as luzes da cidade deixam as nuvem baixas com tons rubros. O asfalto molhado reflete as luzes dos faróis dos automóveis em linha brancas e … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Publicar um comentário

Mais que Prólogo são os Olhos


Muitos momentos se revelam pelos olhos, palavras que nunca serão ditas, pensamentos que jamais serão escritos, sentimentos guardados a sete chaves, como um tesouro que deve permanecer perdido, apesar do “x” no mapa indicar inegavelmente teu coração. Esta é a … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | 1 Comentário

Cinza Vira Fundo, Cores em Primeiro Plano


Incomoda o cinza persistente da segunda que a semana começa. A falta do brilho que unge o labor daqueles que incessantemente se movimentam dignificando sua vida em gratidão aO que nos criou. A chuva represada em nuvens indecisas, a poeira … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | 1 Comentário

Sonda o Som a Senda da Vida


Ecoa no ar um novo som, vem de encontro a mim, uma nova compreensão, um novo sentido, uma nova percepção. O badalo dos sinos em harmonia, o repique cadenciado do bronze vibrando, o aspecto duro do metal contrastando com o … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Publicar um comentário