Sonda o Som a Senda da Vida


Ecoa no ar um novo som, vem de encontro a mim, uma nova compreensão, um novo sentido, uma nova percepção. O badalo dos sinos em harmonia, o repique cadenciado do bronze vibrando, o aspecto duro do metal contrastando com o som puro e suave do sino. Uma canção vibrante, marcada em quaternário compasso, limpa e nova, por mais que familiar fosse.

A cada toque do sino, uma explosão de luz que se espalha por toda parte. A alma se enche de infinita alegria, o coração aprende bater diferente, num ritmo cheio de vida, livre de amarras,  ocupando um novo espaço. Paradigmas diferentes permitem sentimentos maiores, mais nobres, sensíveis e fortes, mais claros, firmes e apurados.

Tange a renovação, precipita a emoção, impera o coração. O som quebrando o silêncio , a luz varrendo a escuridão, isso é a atitude alinhada aos desígnios da vida, a senda inevitável da razão, a morada da consciência intuitiva concreta, o plural de toda singularidade, o ímpar de todo o comum.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s