Moinhos do Tempo


Deitado ali parecia poder ver a vida de outro lugar, pelos olhos de outro alguém. É como se conseguisse uma forma informal, melhor, impessoal de ver os acontecimentos. Um sopro suave e refrescante de vento entra e me cobre como uma fina manta. É como se me cobrisse de uma capacidade de ver a vida de fora; aquele vento podia trazer lembranças tão claras e tão nítidas que permitiam compreender de uma forma diferente, mais completa.

A consciência dos eventos e ventos da vida traz consigo uma serenidade quase estranha, um entendimento perspicaz e delicado. Trata-se de uma forma impessoal de ver seu próprio vento, o vento da vida. O tempo parece dilatar, a relação com ele se torna descontínua. Desconcertante. Torna-se possível saltar de um evento a outro num soprar do vento.

A simplicidade se torna iminente em todos os olhares. Cuidadosos, interessados, incessantes olhares, simples. Por vezes torna-se diferente o que se vê da lembrança do que se viveu. Transpor o vento do passado traz sempre um rebente de efeitos, arrebol. Todas as causas já não são importantes, mas sim o que é realmente perene e concreto na vida.

Tudo se torna claro, não necessariamente belo. Tudo se transpõe do monocromático, trazendo vivas cores. Lançado ao vento do tempo pode-se chegar a uma catarse transformadora, domando os moinhos do tempo que mantém girando o vento.

São toques sutis, gelados desferidos contra o dorso nu ali deitado no tempo, ao vento.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre com as etiquetas , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s