Gotas de Vida


Sinto cheiro de chuva no ar. O vento exala o perfume úmido de uma tarde de verão. Calor intenso por todo o dia e, ao final da tarde, chuva para aliviar a vida, a mente, a alma. Chuva torrente, forte, despejada pala mãe natureza. Mãe viva de nossa vida, mãe criatura da obra divina que nos permite viver em seu meio, brincar de ciranda em seu quintal.

Mãe que sacia a sede de seus filhos, provê o ar que aqui se respira, cuida para que a vida tenha a condição necessária para existir. Chuvas que caem do céu e infiltram a terra, seiva da vida que se espalha permitindo que sementes germinem, árvores, seres, criaturas cresçam e tornem a transformar a vida em mais vida.

Como um milagre que vem do céu e muda nossa vida. Como um ato de misericórdia e alento, de confirmação do dom da vida, que muda nossa forma de aceitar a vida e nos obriga a colaborar de forma determinada.

A vida em gotas, a história em rajadas, a esperança limpa, nossa existência sacramentada. Em ares frescos e água limpa, a vida.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s