A Busca


O que significaria uma noite na vida de alguém? Dúvida extrema nesse presente que presenteio uma noite.

Faz-me pensar que foi à noite que meu filho nasceu, e que por quase toda aquela noite fiquei a admirá-lo. Por outro lado, longa foi a noite de velório do corpo de meu pai.

Alegria e tristeza. Em minha vida já encontrei dois significados antagônicos a serem associados à experiência de uma noite vivida.

O que seria essa noite para aquele ser atormentado pelos seus piores pesadelos? Seria novamente apartado de sua consciência para tornar esse tempo mais facilmente suportável?

Prefiro desejar-lhe um tempo de paz, onde possa ser, de fato, presenteado com absoluta paz em sua alma, com acalento quente ao coração, onde, ou melhor, quando seu sono seja pleno de sustento e descanso ao seu corpo já penalizado.

Ser de fé, que nela vacila em crer, em sua própria fé. E está nos olhos, nas palavras, em sua própria busca interior. Está lá, clara na face daquela criatura que neste momento mal se reconhece a si mesmo.

Não parece uma busca pela fé, apesar de ser este seu estandarte. A busca é por sua identidade que se perdeu durante sua história. Hoje, nem mesmo a imagem de como era, como foi, essa criatura consegue se lembrar.

É preciso viajar uma viagem muito íntima de sua história, de como foi criado. Lembrar de seus propósitos e anseios, lembrar onde foi cravado seu tesouro, lá estará seu coração, sua paz.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s