Aventureiro


Um aventureiro se cria, já no coração havia, mas agora “oficialmente” o é. Lanterna na testa, bússola na mão, ainda no macio colchão da cama que o acolhe. Certamente noites virão de dormir no chão, num saco quase nada macio, pura aventura. Serão os Vagalumes tantos para iluminar uma clareira?

Aprenderá que sempre é preciso um ombro para se apoiar, que a opção do caminho é livre, mas sempre há um melhor e outros sem volta. Aprenderá a nunca se cansar de aprender. Irá a lugares que nunca imaginou, terá experiências surpreendentes e inestimáveis. Desenvolverá novos e grandes valores para a vida. Terá grandes experiências com Deus dentro de si.

Fará amigos, aprenderá neles confiar. Aprenderá ter em seu líder o seu mestre.

Enfim, se aventurará em lugares tão belos na natureza e tão profundos dentro de si que o transformará imensamente.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre com as etiquetas , , , . ligação permanente.

2 respostas a Aventureiro

  1. Leda Cantu diz:

    O primeiro que li e já gostei!!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s