Por Aqueles Lados Andavam


Por aqueles lados andavam

em mulas pequenas e fortes seres inestimáveis que abandonavam

suas secas terras e seus alforjes.

 

O solo rachado

em concreto se transformava.

Aquele ser antes forte,

agora rechaçado,

pede alento a quem

certamente o amava.

 

Sossa Senhora,

os meus aqui se perderam, cuide, enfim, desta obra do Pai

que humildemente julgo ser.

Sei que de lá meus entes por mim clamaram,

pela pouca fé, que sei, ainda devo ter.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s