Dente-de-Leão


De dentro para fora é como bate o coração. De dentro para fora é como viemos ao mundo. De dentro para fora é como nos expressamos. De dentro para fora é como nos curamos de qualquer enfermidade. De dentro para fora é a única forma que podemos amar.

Presumo então que o que temos de mais precioso, de mais extraordinário está lá, lá dentro. Lá naquele emaranhado de emoções, crenças, cicatrizes é que habita nosso maior e mais inestimável tesouro, cercado, entremeado, permeado por uma gama de sentimentos que definem quem realmente somos. Talvez um baú fechado ou mesmo um livro aberto. Talvez uma única flor Dente-de-Leão.

Tocá-lo é uma insólita viagem. Chegar lá, tão fundo, no que seria um antiabismo, uma experiência singular para qualquer vivente. Compreender a si mesmo, encontrar seu mais puro e sincero propósito, desvendar seu destino, encontrar seu elo perdido.

De repente tudo toma cor em viva luz, tudo faz sentido, nada é omitido.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Texto Livre com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s