Aquivos por Autor: Amorinis

Dente-de-Leão


De dentro para fora é como bate o coração. De dentro para fora é como viemos ao mundo. De dentro para fora é como nos expressamos. De dentro para fora é como nos curamos de qualquer enfermidade. De dentro para … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , , | Publicar um comentário

Âmago


A tez, o cheiro, o gosto, o toque na pele. Não sei explicar a necessidade de escrever o que só se pode sentir, experimentar, viver. É uma ânsia, uma gana, um vil querer! Parece que se não flui, explode, que … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , , , , | Publicar um comentário

Sutil Linha em Contorno


Se as curvas são mais acentuadas, as retas são mais longas. De onde o sol é nascente até o seu poente é só um lance de olhar. Desloca a lua no firmamento de quarto em quarto em mudo transe de … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

Por Onde Passam, Serras, Cerrado


Não fosse a seriema, o tamanduá, o lobo-guará, o que seria? Seria um cerrado todo errado. Por onde andam levam aquela beleza sutil da natureza. Por onde passam, tudo o que tocam se transforma. Abrem-se flores, deitam-se rios, estendem-se copas, … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Melindros de Um Ser


Melindros de um ser, sem esperança, nos faz crer que jamais, dia algum, o sol voltará a nascer.   Olhando para si, bem no fundo, na alma, descobriria o mundo.   Santo ou pagão, teria na mente jamais a certeza … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , , | Publicar um comentário

Por Aqueles Lados Andavam


Por aqueles lados andavam em mulas pequenas e fortes seres inestimáveis que abandonavam suas secas terras e seus alforjes.   O solo rachado em concreto se transformava. Aquele ser antes forte, agora rechaçado, pede alento a quem certamente o amava. … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

Tanto Olho ao Redor


Tanto olho ao redor que jamais poderia vislumbrar, não sob aquele olhar, um quinhão que fosse do que aquele melhor.   O Giramundo seria pois, um vizinho ou um lugar? Fosse um ou outro, Gostaria de conhecê-los os dois.   … Continuar a ler

Publicado em Texto Livre | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário